segunda-feira, 5 de abril de 2010

Os Sabbats - Pedro Guardião

Os chamados Sabbats, são os festivais onde nós, wiccanos, fazemos nossas oferendas e pedidos à Deusa e ao Deus, marcados por uma fase ou estação do ano. Nestes dias os portais estão abertos para a conectividade com o mundo superior, ficando mais tênue, e a ligação entre você e a divindade, é muito maior. São 8 sabbats por ano a serem cumpridos, para que o círculo se inicie e no final seja completado, tendo a continuidade de girar eternamente.

É dividida entre o Hemisfério Norte e o Hemisfério Sul. Em qual seguir, depende de que parte do país você está, ou se preferir, siga a que seu coração mandar. Se não tiver um hemisfério que mais te agrade, procure adaptar as datas, para que sempre a mesma roda se complete no final do ano, em Samhain, e ela começe novamente a girar
.
Os oito Sabbats, celebrados a cada ano pe
los covens dos Bruxos e pelos Bruxos Solitários, são belas cerimonias religiosas derivadas dos antigos festivais que celebravam, originalmente, a mudança das estações do ano.
Os Sabbats, também conhecidos como a "Grande Roda Solar do Ano" e "Mandala da Natureza", têm sido celebra­dos sob formas diferentes por quase todas as culturas no mundo. São conhecidos sob vários nomes e aparecem com frequência na mitologia.
Os quatro Sabbats principais (ou grandes) correspon­dem ao antigo ano gaélico e são chamados de Candlemas, Beltane, Lammas e Samhain. Os quatro menores são Equinócio da Primavera (Ostara), Solstício de Verão (Litha), Equinócio do Outono (Mabon) e Solstício de Inverno (Yule).
Ao contrário da imagem que muitas pessoas têm do Sabbat dos Bruxos, eles não constituem uma ocasião em que as Bruxas se reúnem para realizar orgias, lançar encan­tamentos maliciosos ou preparar poções alucinógenas.
Nada disso jamais acontece nos Sabbats dos Bruxos. Não há nenhum tipo de sacrifício (humano ou animal), não há magia negra, não há rituais anticristãos.

Os Sabbats são simples­mente uma ocasião em que os Bruxos celebram a Nature­za, dançam, cantam, deleitam-se com alimentes pagãos e honram as deidades da Religião Antiga — principalmente a Deusa da Fertilidade e Seu consorte, o Deus Chifrudo. Em certas tradições wiccanas, a Deusa é adorada nos Sabbats da Primavera e do Verão, enquanto o Deus Chifrudo é homenageado nos Sabbats do Outono e do Inverno.
A celebração de cada Sabbat é uma experiência espiri­tual intensa e sublime que permite aos Wiccanos per­manecerem em equilíbrio harmonioso com as forças da Mãe Natureza.

Hemisfério NORTE
⊗Samhain - 31 de OUTUBRO
⊗Yule - 21 de DEZEMBRO
⊗Candlemas - 2 de FEVEREIRO
⊗Ostara - 21 de MARÇO
⊗Beltane - 30 de ABRIL
⊗Litha - 21 de JUNHO
⊗Lammas - 1o de AGOSTO
⊗Mabon - 21 de SETEMBRO

Hemisfério SUL
⊗Samhain - 30 de ABRIL
⊗Yule - 21 de JUNHO
⊗Candlemas - 1 de AGOSTO
⊗Ostara - 21 de SETEMBRO
⊗Beltane - 31 de OUTUBRO
⊗Litha - 21 de DEZEMBRO
⊗Lammas - 2 de FEVEREIRO
⊗Mabon - 21 de MARÇO

Confira mais sobre cada Sabbat na categoria: "Os Sabbats" (ao lado esquerdo do blog).
Literatura pesquisada e adaptada do livro: "Wicca - A Feitiçaria Moderna" - Gerina Dunwich.

Nenhum comentário:

Vídeos Wicca & Bruxaria

Loading...