terça-feira, 29 de maio de 2012

Utilizando a Aromaterapia - Pedro Guardião

Aromaterapia é um ramo da fitoterapia que consiste no uso de tratamento baseado no efeito que os aromas de plantas são capazes de provocar no indivíduo, sendo então uma ciência que explora o uso dos óleos das plantas em beneficio da sociedade. De determinadas plantas aromáticas é extraído o óleo essencial a ser aplicado isoladamente ou em combinação com outros aromas, dependendo das enfermidades e do indivíduo.

Óleos essenciais são substâncias voláteis extremamente concentradas, que possuem princípios ativos de acordo com suas composições químicas. Dependendo da planta, o óleo essencial terá características diferenciadas de aroma, cor e densidade.
Eles podem ser usados diluídos em veículos carreadores sobre a pele, através de massagens, cremes, loções, gel ou puro, através da inalação. Dependendo da forma de uso provocará efeitos físicos, mentais e emocionais, alterando a respiração, os batimentos cardíacos, pressão arterial, estados de ânimo, concentração, etc.
É considerada uma terapia alternativa ou complementar, embora seja um tratamento bastante antigo, que surgiu da fitoterapia e que é comumente usada em conjunto com esta. É utilizada no tratamento das mais variadas enfermidades e desequilíbrios, sendo considerada uma terapia holística.

A Aromaterapia deve, mesmo assim, ser empregada com cautela e de preferência, guiada por um profissional especializado, que saberá verificar as contra-indicações, além de dosagens melhores formas de uso.Praticada há milhares de anos é, tal como o seu próprio nome indica, uma terapia que cura através dos aromas – aromas 100% naturais, extraídos de flores, raízes, folhas, sementes, ervas, madeiras e resinas, e transformados em óleos essenciais que são utilizados na prevenção e no tratamento de doenças físicas e psicológicas.

Benefícios físicos, emocionais e espirituais

Escolhidos os óleos essenciais apropriados (sendo, por isso, importante procurar sempre um profissional de aromaterapia), os benefícios são mais que muitos e sentem-se a diversos níveis.

Mente -
 tratamento de cansaço mental, stress, tensão, certas fobias, insônias e outras perturbações do sono; aumento dos níveis de concentração, memória e produtividade.

Corpo
 - as propriedades antibacterianas dos óleos essenciais auxiliam na cicatrização de feridas externas; atuam no melhoramento da circulação sanguínea, na drenagem linfática e na eliminação das toxinas do corpo; tratamento de doenças de pele, perturbações digestivas, desequilíbrios hormonais, dores musculares e de articulações; aumento dos níveis de energia e bem-estar geral.

Estado emocional -
 os Estado emocional - óleos essenciais também podem funcionar como um antidepressivo potente, ajudando a acalmar e a aliviar estados de nervosismo, tristeza, pânico, ansiedade e de depressão; aumento dos níveis de auto-estima e de autoconfiança.

Estado espiritual -
 a aromaterapia também é utilizada para aumentar os níveis de consciência, percepção e de comunhão com forças maiores, sendo ainda parte integrante na prática da meditação. O stress diário, os mil e um afazeres e a correria entre casa, trabalho e escola deixam qualquer pessoa no limite dos seus níveis energético. Uma das melhores terapias naturais para combater o cansaço e recuperar a energia passa pelo consumo de batidos saborosos, 100% naturais e reenergizantes. Experimente!
Infelizmente, o dia-a-dia pode surpreender-nos com situações desagradáveis e diferentes tipos de mal-estar. Antes de ir à caixa dos medicamentos ou enquanto aguarda uma consulta, experimente estas curas naturais para algumas das queixas mais comuns.

Dores de cabeça - um mal-estar (por vezes incapacitante) que afeta milhões de pessoas diariamente, existem várias curas naturais para o alívio das dores de cabeça e enxaquecas. As principais são as seguintes: beber um chá verde; aplicar óleo essencial de lavanda ou hortelã-pimenta nas têmporas e na base do pescoço; esfregar metade de uma lima ou limão na testa; colocar uma compressa fria sobre a testa durante 20 minutos.

Dor de garganta -
 para apaziguar uma garganta irritada, seca e inflamada, nada mais natural do que gargarejar com sal e água morna várias vezes ao dia, seguido de uma chávena de chá de mel e limão bem quente.

Acnes -
 ninguém gosta de acordar com uma borbulha gigante no nariz ou no queixo e se o seu creme de limpeza habitual não estiver a surtir o efeito desejado, experimente lavar a pele com aveia – um esfoliante 100% natural que limpa a pele em profundidade, eliminando o excesso de óleo e outras impurezas que a possam estar a entupir.

Dor de dentes -
 insuportável e insistente, quem sofre com dores nos dentes nunca ansiou tanto uma ida ao dentista mas, enquanto não chega a hora da consulta, é importante aliviar essa dor. Como? Existem duas curas naturais que pode experimentar: deite algumas gotas de óleo essencial de cravo-da-índia no dente/gengivas afetadas ou então trinque um pedaço de alho esmagado.

Dor de ouvido -
 tão mau como a dor de dentes, só a dor de ouvidos e uma das melhores curas naturais passa pela colocação de algumas gotas de óleo essencial de alho ou de vinagre branco no ouvido afetado. Deite-se sobre o lado oposto para permitir a atuação destes ingredientes naturais que afastam a instalação de bactérias.

Náuseas/vômitos -
 algumas das curas naturais mais comuns para este mal-estar passam pela ingestão de um chá de gengibre ou então cheirar uma folha de hortelã ou um pouco de óleo essencial de lavanda.

Azia -
 para curar de forma natural uma barriga inchada e eliminar os desagradáveis arrotos, tome uma ou duas colheres de sopa de vinagre de cidra de maçã – vai ajudar a desfazer os alimentos que estão a causar esse mal-estar.

Queimaduras - as queimaduras acontecem diariamente na cozinha e a verdade é que existem muitos ingredientes naturais que temos em casa e que podem aliviar imediatamente esse mal-estar – espalhe mel ou mostarda sobre a zona queimada ou então corte uma batata a meio e esfregue-a cuidadosamente sobre a pele.

Cortes -
 um corte significa sangue e dor, mas para estancar simultaneamente esse sangue e essa dor, polvilhe o corte com um pouco de pimenta de Caiena. Curas naturais e alternativas que funcionam. 

 As práticas e terapias alternativas são adeptas de uma ocasional dieta de desintoxicação mas, em vez de ser exclusivamente motivada pela perda de peso ou alteração de hábitos alimentares, este regime pretende renovar o funcionamento fisiológico do aparelho digestivo, com vista a potenciar a energia e o bem-estar geral do organismo.


Fonte: http://www.magiazen.com.br

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Donzela, Mãe e Anciã - Pedro Guardião

Nos cultos pagãos onde sempre se reverenciou a Natureza, há o culto da Deusa Tríplice. Não se trata de três deusas distintas, mas sim dos três aspectos diferentes e complementares da Deusa ou da polaridade feminina de Deus (o TODO). Esses três aspectos na verdade são imagens arquetípicas: a donzela, a mãe e a anciã.

A DONZELA
:
Desabrochar da feminilidade, maioridade e despertar da sexualidade. Está relacionada a primavera, início dos tempos. Deusas: Afrodite, Eostre, Ártemis, Atena, Perséfone e Diana. É aquele aspecto da mulher que não foi afetado pelas expectativas sociais e culturais, determinadas pelo sexo masculino. O aspecto da deusa virgem é uma pura essência de quem é mulher e daquilo que ela valoriza. Ele permanece imaculado e não contaminado, porque ela não o revela, pois o mantém sagrado e secreto, ou porque o expressa sem modificação para refutar os padrões masculinos. Tem muito a ver com a infância e adolescência da mulher onde ela ainda é ela mesma, com seus trejeitos, manias, ou seja, com sua natureza intacta. A donzela ainda não aprendeu a usar com maestria as máscaras sociais que, em breve, a farão perder sua inocência.

A MÃE
:
O segundo aspecto da deusa é a mãe, também chamada de amiga, amante, guerreira ou irmã. Ela é considerada a grande mãe, a mãe natureza, o que significa que é também a criadora e doadora da vida de todas as coisas animadas e inanimadas. Ela é simbolizada pelo verão. Deusas: Deméter, Ísis, Gaia, Nut, Hera, Danu e Selene. Uma deusa mãe é representada como a Mãe Terra; é representada como deidade da fertilidade geralmente sendo a generosa personificação da Terra. O termo Deusa mãe refere-se a um mito universal de divindade feminina relacionada à Natureza, aos ciclos, à Fertilidade e seu culto remonta ao início da história humana. O culto à Deusa mãe foi observado inicialmente na Pré-história (Paleolítico e Neolítico), aonde foram encontradas estatuetas de culto, estendendo-se ao reino da Frígia, onde ficou mais conhecida como Cibele daí às civilizações grega, romana, egípcia e babilônia aonde se consolidou um enorme panteão de deusas. A existência do culto em várias culturas não-frígias evidência, no entanto que Cibele é tão-somente a manifestação local desta divindade, a qual era identificada, entre os gregos, à deusa Réia. Estudos apontam que a ascensão do patriarcado, iniciada com os hebreus, na religião fez com que a tradição de adoração à deusa se tornasse ameaçadora à consolidação do poder pelos homens. Alguns ramos do cristianismo, tais como o catolicismo Romano, e a ortodoxia consideram Maria (mãe de Jesus), como uma mãe espiritual, cumprindo um papel materno, e vista como uma força protetora e intercessora, porém ela não é adorada como uma “deusa-mãe”. Vivemos o arquétipo da mãe quando estamos gestando: uns filhos, projetos, cursos, amigos, pais idosos, enfim somos a DEUSA-MÃE quando estamos gerando, nutrindo e cuidando de “aspectos” muito especiais para o nosso útero/coração.

A ANCIÃ:
 Guardiã do conhecimento oculto, dos mistérios da sabedoria mágica, a rainha do submundo, a sombra e todos os segredos que só a idade pode nos proporcionar. A anciã é a deusa tríplice por ela própria. Está associada ao inverno. Deusas: Hécate, Kali, Baba Yaga e Ceridwen. É a avó benevolente, que você pode contar para receber aquele conselho prudente. Ela é a mulher sábia que é mais poderosa que a mãe. Para a anciã não existem segredos, pois em função da sua idade, acumulou experiências, transformando-as em sabedoria. Ela é a pessoa idosa que já viu tudo e passou por isso com seu espírito não abafado e com o temperamento moderado pela experiência. Ela é o arquétipo da centralização interior, o ponto de equilíbrio que permite à mulher permanecer firme no meio da confusão, desordem ou afobação do dia-a-dia. O seu tema básico é a premonição. Vivemos de acordo com este arquétipo quando nos aproximamos do fim de nosso processo de autoconhecimento (amadurecimento psíquico/processo de individuação). Esta fase pode ou não coincidir com o final da menstruação  e chegada da menopausa. Percebemos que a anciã nos traz o conhecimento de que não precisamos acumular coisas, pessoas e objetos, ao contrário, começamos a querer, com muita generosidade, dividir nossos conhecimentos com as futuras gerações, numa tentativa de fazer o melhor por nossos descendentes e por este lindo Planeta Azul.

Nas religiões pagãs, em especial na religião Wicca, o símbolo mais importante utilizado na representação da Deusa é a Lua – chamada de Deusa Tríplice ou Tríplice Deusa- associando-se às três fases visíveis da Lua, manifesta-se de três maneiras: Na lua nova/crescente, A Deusa é a Donzela (representando a pureza e a busca pelo conhecimento). Na lua cheia, Ela é a Mãe (representando poder, proteção e carinho maternal). Na lua minguante, Ela é a Anciã (representando sabedoria, conhecimento e renovação).

A deusa tríplice vive no lado ativo da psique feminina e toda mulher deve aprender a identificar suas facetas, para depois trabalhar com ela. Perceber como ela se manifesta em nosso interior é importante para evitar que este espaço seja inundado por uma destas facetas, anulando por completo a nossa vontade e impedindo-nos de exercer o nosso direito de livre escolha.A triplicidade da deusa pode ser percebida em muitas facetas da vida. Se lhe concedermos a oportunidade para se manifestar como figura mítica, ela poderá inspirar a nossa alma, assim como nutrir, sustentar e transformar o cerne do nosso ser.

Fonte: 
http://carlalindolfo.wordpress.com/2010/07/14/a-deusa-triplice-donzela-mae-e-ancia/

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Sorteio na próxima Semana - Pedro Guardião


Olá pessoal do Wicca Online!

Como prometido a algumas postagens, chegando aos 200 seguidores, faríamos um sorteio para todos que nos acompanham. Pois é, atingimos nossa meta e o patuá de proteção será sorteado na próxima semana.
Se você não segue o blog, ainda dá tempo! É só clicar em "participar deste site" que automaticamente estará concorrendo. O método do sorteio será online, como o sorteie.me, então publicarei o nome do vencedor na segunda-feira (21/05) para o próprio enviar os dados e receber em sua casa nosso brinde especial. Fique esperto e boa sorte!

Aproveitando o momento, venho contar que a 9ª Convenção de Bruxas e Magos em Paranapiacaba foi mágica! A cidade tem uma energia muito boa, as pessoas andavam todas caracterizadas, programação de rituais e palestras super interessantes das quais participei. A realização do evento é da Casa de Bruxa, localizada em Santo André, e acontece todo ano com data programada para Maio de 2013 a sua 10ª edição.
O interessante do evento é que todas as tribos andam juntas sem o menor problema. Ciganas, bruxas, xamãs, vampiros entre outros, todos se respeitam e se valorizam durante o evento. Eu mesmo assisti danças ciganas, participei de palestras e vivências xamânicas, passei por atendimentos terapêuticos e foi tudo muito harmonioso.

Apresentações de músicas medievais também rolaram durante a convenção, encontros de tarô, oficinas sagradas entre outros. Com certeza ano que vem estarei lá novamente, confraternizando com os amigos da magia. Abaixo seguem algumas fotos para vocês conhecerem um pouco mais.


Um abraço a todos,

Pedro Guardião









Vídeos Wicca & Bruxaria

Loading...