quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Você precisa de um Escudo? - Pedro Guardião

Hoje, sinto a necessidade de postar para vocês e falar um pouco sobre proteção. Todos nós, em algum momento, ficamos vulneráveis a ataques, seja de feitiços, de obsessores, ovóides e energias negativas. Não é culpa nossa, mas o estresse do dia-a-dia, a correria e a dispersão de energia faz com que isso aconteça, ou até mesmo, por você ser reluzente demais, acaba incomodando algumas pessoas. Já postei aqui, uma matéria muito boa sobre isso. Vale a pena rever: (http://wiccaonline.blogspot.com/2010/02/protecao-das-energias-negativas-pedro.html).
Por isso, não vamos ficar repetindo o que já falamos. Mas, podemos aprimorar nossos conhecimentos e saber um pouquinho mais. Então vamos lá:

Como saber que uma pessoa é vítima de feitiços

Antes de você sair lançando feitiços por aí por desconfiar que foi enfeitiçado, tenha a certeza que isso aconteceu. Aqui, logo abaixo, podemos ver uma série de sintomas da causa, mas você pode claramente confirmar com um pêndulo e ele te dirá ou não o que pode ter ocorrido.
Sinais e sintomas de ataques por feitiços:

1. Alteração de Humor
2. Desânimo
3. Obstáculos e Azares
4. Comida que estraga
5. Ataques de pessoas próximas ou estranhas
6. Doenças em animais e crianças
7. Perdas Financeiras e Materiais
8. Acidentes
9. Insônia e Pesadelos
10. Sensações de Depressão, Desespero e Pânico sem motivo.

Magias para curar a CAUSA

Descoberto os ataques, você deverá colocar a mão na massa. Quanto mais tempo você ficar numa situação ruim, mais você estará se contaminando e também as pessoas ao seu redor. Por isso, aprenda a curar realmente a causa e não somente o sintoma de um ataque, no caso.

Para livrar sua casa das más energias
No primeiro dia da lua minguante, compre um balde novo e encha-o com água, coloque dentro dele um pano de limpeza branco e novo, adicione meio quilo de sal grosso e acenda um incenso de cânfora na sala de sua casa. Jogue pétalas de rosas brancas no balde e passe o pano molhado pelas paredes e portas de sua casa. Depois, coe a água e deixe as pétalas que restaram em um pote de vidro na entrada de sua casa.

Encantamento do Crisoprásio
O crisoprásio era usado pelas antigas curandeiras medievais para a cura de um antigo mal da alma: a intranqüilidade. Uma alma intranqüila é como uma janela aberta; por ela entram e saem os ventos do Bem e do Mal. Se você tem dificuldades em fechar sua janela, use o crisoprásio debaixo do seu travesseiro ou engaste-o em ouro ou prata e use-o como colar. Guarde-o numa caixinha de madeira com ramos secos de hortelã ou videira quando não estiver sento usado.

Defesa Íntima
Para proteger o quarto de más influencias ferva uma rosa vermelha junto com folhas de limoeiro e borrife pelos quatro cantos e na cama onde você dorme. Isso transforma o quarto num lugar seguro e defendido.

Amuleto Protetor
Guarde pregos, agulhas e outros objetos pontiagudos dentro de um pote fosco e lacre-o hermeticamente. Coloque-o em um lugar bem visível da sua casa, mas jamais revele seu conteúdo. Este é um dos mais potentes amuletos de defesa para nosso lar ou ambiente de trabalho.
Dois pedacinhos de canela colocados em forma de cruz na porta ou atrás da escrivaninha formam um bom amuleto protetor para seu local de trabalho. A canela é consagrada ao Sol e esta afasta as trevas. Uma boa maneira de afugentar as energias negativas de sua casa é colocando na porta de entrada o desenho de uma espiral. A espiral é um símbolo da Deusa e funciona como uma armadilha que aprisiona todas as forças negativas.

Água de Ferro
Esta é uma antiga receita para defesa e proteção de ambientes e pessoas.
Você vai precisar de:

- Pregos de ferro.
- Água.
- 1 Garrafa escura.

Num sábado, coloque um punhado de pregos na garrafa. Junte a água. Deixe em lugar escuro por uma semana. Após este tempo você perceberá que a água mudou de aspecto, assumindo uma coloração enferrujada. Ela então estará pronta para ser usada.
Use na proporção de 60ml desta água para um balde de água. Esta mistura poderá ser usada de várias maneiras. Você poderá usá-la para banhos para afastar energias negativas, limpeza de sua casa, objetos de trabalho, carro, etc. Para isso passe um pano molhado nesta água em todo o piso, portais, janelas da casa, etc. Sempre que você usar a água da garrafa, complete-a com água pura. Desta forma esta água de ferro durará indefinidamente.

sábado, 18 de setembro de 2010

Chegando a Primavera - Pedro Guardião

Em épocas de Primavera, logo lembramos de flores, cores, alegria e renascimento. Por isso, vamos conferir como fazer seus ovos coloridos de Ostara e como consagrá-los de uma forma simples:

Os ovos coloridos são os maiores símbolos desse Sabbat. Os povos primitivos acreditavam que o mundo teria surgido a partir de um grande Ovo Cósmico botado pela Deusa Pássaro e fertilizado pelo Deus Sol. Então percebemos que os ovos são o símbolo máximo da criação e da fertilização.
Pagãos de todo o mundo pintam ovos no Equinócio da Primavera e seus altares são decorados com esses poderosos símbolos de fertilidade, proteção e boa sorte. Faça também o seu Ovo de Ostara e projete nele todos os sonhos e desejos que quer ver realizados.

Para fazer os Ovos de Ostara você vai precisar de:

Ovos.
Tintas de várias cores, dando destaque às cores amarela, verde e branca (cores sagradas de Ostara).
Pincéis de várias espessuras.
Uma cesta de vime.

Cozinhe os ovos e espere que esfriem. Pinte-os usando toda a sua criatividade. Coloque neles símbolos como o Sol, a Lua, as Estrelas, as Runas, entre outros símbolos. Se desejar, você poderá pintar símbolos que representem os seus desejos como, por exemplo, um carro, uma casa, etc.
Coloque-os na cesta de vime e então consagre os Ovos, traçando um Pentagrama Invocante sobre eles, dizendo:

"Em nome da Deusa da Primavera e do Deus Sol, pelos poderes dos quatro elementos, Terra, Ar, Fogo e Água, eu consagro estes Ovos de Ostara".

Coloque-os sobre o seu altar e deixe-os lá durante todo o seu rito de Sabbat. Presenteie os amigos, parentes e pessoas queridas com um ovo, orientando-os a colocá-lo nos pés de uma planta ou árvore.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Todos temos um Sonho – Pedro Guardião

Todos nós temos um sonho, não é mesmo? Tudo na vida é motivado por alguma coisa, seja por um sonho, por um desejo, vontade de chegar aonde se quer chegar. Uma coisa que você deve pensar é em nunca desistir, seja por um tropeço, por alguém que não te apóie, por uma mera falha ou erro.
A verdade é que devemos a maior parte do tempo, fazer boas escolhas para que igualmente o resultado seja bom. É certo que, todos nós cometemos enganos, equívocos, erros. Faz parte do aprendizado aqui neste plano. Portanto, o mundo não vai acabar se você cometer falhas de vez em quando (mas só de vez em quando). Já ouviu aquela frase: “Se você tem um sonho, corra atrás dele.”? Pois é, você é a única pessoa que pode trabalhar para que seu desejo mais profundo se realize.

Claro, todo mago ou bruxa conhece métodos para agilizar este processo de realização, mas quem realmente o torna real, é você mesmo (a). Não adianta também ficar esperando cair do céu a chave para aquele carro Zero KM ou que ele apareça na sua garagem depois de uma bela noite de sono. Seja qual for seu sonho, você tem que ir atrás mesmo, trabalhar, insistir e persistir para que ele aconteça. Este é o grande barato! Sei que seria uma maravilha, pensar e acontecer. Mas será que a vida teria muito sentido se tudo fosse tão fácil? Acho que não.
Concluindo, JAMAIS deixe de sonhar e de trabalhar para que ele aconteça, pois é imensamente gratificante, quando nos vemos realizados por nosso próprio mérito. E já que somos bruxos, porque não conhecer um pouco mais dessas técnicas que podem nos ajudar tanto? Então vamos lá...

Chakras e Vórtices

Para que você esteja bem com seu corpo e mente, seus chakras fazem um papel fundamental. Eles te mostram sinais quando estão desalinhados ou bloqueados. Todo vórtice tem que estar girando e irradiando energia por todo corpo e quando isso não acontece, podemos ver sinais como alguma doença, fraqueza ou melancolia se manifestando. Se você sentir-se assim, é hora de harmonizá-los. Como? Com vários métodos. O mais eficiente deles é com cristais, cada um correspondente (veja em Elementais da Natureza), alinhados em cima dos vórtices do seu corpo. Se preferir, faça com amigos e use a varinha para destravá-los e alinhá-los perfeitamente.

Lei da Atração

Uma técnica muito eficaz para você estar sempre trabalhando (mesmo que longe de casa) para que seu desejo se concretize é utilizar figuras e imagens que te lembrem aquilo que quer. Por exemplo: Se você sonha em ir para Disney, coloque fotos de lá, pelo seu quarto, na tela do seu computador, no celular, no corredor, no serviço; firmando no pensamento que é lá que você gostaria de estar. Funciona como “O Segredo”, pois aquela energia e aquele foco estão o tempo todo à sua volta e na sua mente!

Irradiadores

Use pantáculos, selos, cristais, pós e ervas para firmar magicamente o que você deseja. Escreva num papel branco o seu desejo muito bem detalhado. Reserve um cantinho para que ele fique seguro e ninguém mexa. Pode ser no altar, dentro do caldeirão, por exemplo. Desenhe selos rúnicos, salpique algum pó já consagrado para esta finalidade em cima do papelzinho, coloque cristais bem bonitos de acordo com a intenção daquele desejo ou até mesmo faça um patuá de ervas e coloque-o dentro. Isso ajuda a Divindade ter acesso mais fácil àquele desejo e a energia do elemento que você utilizou (por exemplo do cristal) é impregnado nele.

.·. Pedro Guardião

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

A Deusa Ishtar, Rainha do Céu - Pedro Guardião

Amplamente cultuada na antiguidade, conhecida sob vários nomes e títulos em diferentes países, Ishtar era uma deusa lunar, uma das manifestações de Magna Dea, a Grande Mãe do Oriente e uma versão mais tardia e complexa da deusa suméria Inanna. Foi venerada como Astarte em Canaã, Star na Mesopotâmia, Astar e Star na Arábia, Estar na Abissínia, Stargatis na Síria, Astarte na Grécia. No Egito sua equivalente era Ísis, cujo culto espalhou-se até a Grécia e Roma, florescendo até os primeiros séculos da era cristã.

Ishtar personificava a força criadora e destruidora da vida, representada pelas fases da Lua, crescente e a cheia que favorecem o desenvolvimento e a expansão, a minguante e a negra que enfraquecem e finalizam os ciclos anteriores. Como Deusa da fertilidade ela dava o poder de reprodução e crescimento aos campos, aos animais e aos seres humanos. Foi nesta qualidade que se tornou a Deusa do Amor, que teria descido do planeta Vênus, acompanhada de seu séqüito de sacerdotisas Ishtaritu que ensinaram aos homens a sublime arte do êxtase: sensorial e espiritual. Como rainha do céu era a regente das estrelas, pois ela mesma tinha vindo de uma estrela que brilhava no amanhecer e no entardecer e era o ponto central de seu culto. As constelações zodiacais eram conhecidas pelos antigos como o “cinturão de Ishtar” e era ela quem percorria o céu todas as noites em uma carruagem puxada por leões, controlando o movimento dos astros e as mudanças do tempo. Muitos eram os títulos que lhe foram atribuídos – “Mãe dos Deuses, A Brilhante, Criadora da Vida, Condutora da Humanidade, Guardiã das Leis e da Ordem, Luz do Céu, Senhora da Luta e da Vitória, Produtora de Sementes, Senhora das Montanhas, Rainha da Terra”.
As suas representações a mostram como a mãe que segura os seios fartos, a virgem guerreira, a insinuante sedutora, a sábia conselheira, a juíza imparcial. Mas Ishtar tinha também um aspecto escuro, que surgia quando ela descia ao mundo subterrâneo e uma época de terrível depressão e desespero caia sobre a terra. Na sua ausência, nada podia ser concebido, nenhum ser podia procriar, a Natureza inteira mergulhava na inércia e inação, chorando por sua volta. Era então chamada de “Mãe Terrível, Deusa da Tempestade e da Guerra, Destruidora da vida, Senhora dos Terrores Noturnos e dos Medos”. Porém, era nessa manifestação que ela podia ensinar os mistérios, revelar as coisas ocultas, propiciar presságios e sonhos, permitir o uso da magia, o alcance da sabedoria e a compreensão dos ciclos da vida e da natureza.

Em suas formas variadas e mutantes Ishtar desempenha as múltiplas possibilidades da essência feminina, sendo a personificação do princípio feminino – seja o da natureza Yin, seja o da anima. Nas celebrações de lua cheia dedicada ao seu culto (chamadas Shapattu) as mulheres da Babilônia, Suméria, Anatólia, Mesopotâmia e Levante levavam oferendas de velas, flores, perfumes, mel e vinho para seus templos, cantavam-lhe hinos, dançavam em sua homenagem e invocavam suas bênçãos para suas vidas, suas famílias e sua comunidade.
Fonte: http://www.teiadethea.org

Vídeos Wicca & Bruxaria

Loading...