domingo, 28 de fevereiro de 2010

Aine, a Deusa das Fadas - Pedro Guardião

Aine é uma Deusa primária da Irlanda, soberana da terra e do sol, associada ao Sostício de Verão, que sobreviveu na forma de uma Fada Rainha. Seu nome significa: prazer, alegria, esplendor.
Ela é irmã gêmea de Grian, a Rainha dos Elfos e era também considerada um dos aspectos da Deusa Mãe dos celtas Ana, Anu, Danu ou Don.
Juntas Grian e Aine
, alternavam-se como Deusas do Sol Crescente e Minguante da Roda do Ano, trocando de lugar a cada solstício. Os pagãos acreditam que na entrada do Solstício de Verão, todos os Povos pequenos vêm a Terra em grande quantidade, pois é um período de equilíbrio entre Luz e Trevas.
Se estiver em paz com eles, acredita-se que, ao ficar de pé no centro de um anel-das-fadas é possível vê-los. É um período excelente para fazer amizade com as fadas e outros seres do gênero. Rainha dos reinos encantados e mulher do Lado, ela é a Deusa do amor, da fertilidade e do desejo.
É filha de Dannann, e esposa e algumas vezes filha de Manannan Mac Liir, e mãe de Earl Gerald. Como feiticeira poderosa, seus símbolos mágicos são "A égua vermelha", plantações férteis, o gado e o ganso selvagem.


Esta é uma Deusa-Fada que segundo a tradição celta ajudava os viajantes perdidos nos bosques irlandeses. Diziam que para chamá-la bastava bater três vezes no tronco de uma árvore com flores brancas. Sempre que se sentir "perdido", faça o mesmo, chame por Aine batendo três vezes no tronco de uma árvore de flores brancas. Ela não vai tardar em ajudar.
Há lendas que contam que Aine tinha o poder de se transformar tanto em um cisne branco quanto em uma égua vermelha de nome Lair Derg, e que ninguém conseguia alcançá-la.
Se acreditava também, que na noite do Solstício de Verão, moças virgens, que pernoitassem na colina de Knocknaine, poderiam ver a Rainha das Fadas com toda a sua comitiva. O mundo das fadas só se tornava visível pelos portais mágicos, chamados anéis de fada, que eram indicados pela própria Aine.

ESTABELECENDO CONTATO

Se você quer estabelecer contato com as fadas, é bom saber que elas gostam de presentes pequenos. Pode ser qualquer coisa que brilhe (pedras ou gliter), moedas, ou até uma taça de leite com mel. Naturalmente, não espere que seus presentes desapareçam, pois as fadas existem no plano astral e extraem a essência do espírito de qualquer coisa, deixando a matéria intacta.Se você encontrar um anel de fadas, jamais pise nele com os dois pés, pois somente outro ser humano poderá retirá-lo de lá, deixando dentro uma luva.

POEIRA DAS FADAS

Todos os ingredientes devem ser ervas e pétalas de flores secas que devem ser triturados até transformarem-se em pó com um pilão. São eles: cogumelos, petálas de flores, folhas ou sementes de morango, bagas de espinheiro (tipo de arbusto espinhudo) e terra próxima da raiz. Acrescente a esta mistura um pouco de pó de gliter, se quiser.
Isto tudo deve ser feito na Lua Cheia.Nunca esqueça que sempre devemos pedir licença à Mãe Natureza para retiramos qualquer coisa dela e ainda sempre devemos deixar uma oferenda para as fadas. Eu, geralmente derramo na terra um copo pequeno de leite com mel.
O pó de fadas servirá para moldar o círculo quando invocá-las, mas você pode polvilhar um pouco também em seu jardim para atraí-las.

Fonte: Texto pesquisado e adaptado, de Rosane Volpatto.

2 comentários:

Anônimo disse...

Para eu pedir licença as fadas, preciso dar um presente a ela, tipo uma moeda e falar com licensa?

Pedro Guardião disse...

Olá! É de bom grado você acender incensos, borrifar no ambiente perfumes ou essências florais. Recite poemas ou poesias rimadas, crie suas próprias poesias. Seja verdadeiro em suas intenções! Isso será o suficiente para atrais a simpatia das fadas.

Vídeos Wicca & Bruxaria

Loading...