domingo, 20 de dezembro de 2009

O Sabbat de Litha - Pedro Guardião


Hemisfério Norte: 21 de Junho.
Hemisfério Sul: 21 de Dezembro.

O Solstício de Verão (também conhecido como LITHA) marca o dia mais longo do ano, quando o Sol está no seu zénite. Para os Bruxos e os Pagãos, esse dia sagrado simboliza o poder do sol, que marca um importante ponto decisivo na Grande Roda Solar do Ano, pois, após o Solstício de Verão, os dias se tomam visivelmente mais curtos.
Em certas tradições wiccanas, Litha simboliza o término do reinado do ano crescente do Deus Carvalho, que é, então, substituído pelo seu sucessor, o Deus Azevinho do ano decrescente.

O Solstício de Verão
é uma época tradicional, em que os Bruxos colhem as ervas mágicas para encantamentos e poções, pois acredita-se que o poder inato das ervas é mais forte nesse dia. É o momento ideal para as divinações, os rituais de cura e o corte das varinhas divinas e dos bastões. Todas as formas de magia (especialmente as do amor) são também extremamente potentes na Véspera do Solstício de Verão, e acredita-se que aquilo que for sonhado nessa noite se tornará verdade para quem sonhar.
Os alimentos pagãos tradicionais do Sabbat de Litha são vegetais frescos, frutas do Verão, pão de centeio integral, cerveja e hidromel.
Os antigos Povos da Europa acreditam que, nessa noite, criaturas mágicas andam correndo pelos campos e florestas e poderiam facilmente ser vistos e contatados. Também, os amuletos do ano anterior são queimados e novos talismãs de proteção, poções para sonhos proféticos e filtros são feitos para aproveitar o grande momento de poder.
É costume dar continuidade a grande fogueira de Beltane, como também pulá-la para se livrar dos infortúnios e da negatividade. Tradicionalmente essa fogueira é acesa com gravetos e ervas mágicas, que simbolizam força e o poder do Verão (ervas quentes).

Incensos: olíbano, limão, mirra, pinho, rosa e glicínia.Cores das velas: azul, verde.
Cristais: todas as pedras verdes, especialmente a esmeralda e o jade.
Ervas ritualísticas tradicionais: camomila, cinco-folhas, sabugueiro, funcho, cânhamo, espera, lavanda, feto masculino, artemísia, pinho, rosas, erva-de-são-joão, tomilho selvagem, glicínia e verbena.
Fonte: "Wicca - A Feitiçaria Moderna" de Gerina Dunwich.

Nenhum comentário:

Vídeos Wicca & Bruxaria

Loading...